Curiosidades sobre a Saliva

Curiosidades sobre a Saliva
5 (100%) 1 vote

Estamos tão habituados a nossa saliva que nem prestamos atenção  a sua presença em nossa boca, além de não sabermos para que ela serve.

Mas engana-se que pensa que a saliva não tem utilidade, afinal a saliva tem diversas funções como lubrificar e umedecer a parte interna da boca, facilitando a fala e transformando os alimentos em uma pasta mais fácil de ser digerida; a saliva também auxilia a controlar a quantidade de água no organismo, pois quando o corpo está com pouca água, a boca fica seca, ocasionando a sede.

Curiosidades sobre a Saliva

publicidade:

Curiosidades sobre a Saliva

A saliva auxilia a digestão dos alimentos, limpa a faringe e a boca, melhorando a fala, prevenindo cáries, e não permitindo assim a acidez na boca e eliminando as bactérias e também  prevenindo a gastrite e as aftas.

Outra curiosidade sobre a saliva é que ela possui um analgésico natural, que é até seis vezes mais forte que a morfina.

publicidade:


Essa descoberta facilita o desenvolvimento de novos medicamentos mais fortes para o combate a dor, mas sem os efeitos colaterais indesejados, como a dependência química e psicológica.

A substância analgésica da saliva é chamada de “opiorfina” e foi encontrada por uma equipe de cientistas franceses. Sendo que nos testes com camundongos, os cientistas descobriram que 1 grama da opiorfina tinha o mesmo efeito que  3 gramas de morfina, quando a dor era induzida por uma substância química.

publicidade:

Já se a dor era “mecânica”, como a causada por agulhadas, por exemplo, era preciso uma dose seis vezes maior de morfina do que a de opiorfina para tornar as cobaias insensíveis à dor.

Apesar da opiorfina ser uma substância  bastante simples e poder ser facilmente fabricada em grandes quantidades em laboratório,  ainda serão precisos alguns testes para que ela se torne um medicamento, pois ela não é uma substância unicamente analgésica, podendo ter efeitos colaterais indesejados.

Vídeo sobre a Saliva

publicidade:

Deixe um comentário!

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*