Implante Dentário Infeccionado

O implante dentário, feito com suporte metálico (titânio), é inserido no maxilar, substituindo a raiz do dente perdido e trata-se de um procedimento cirúrgico como qualquer outro realizado na boca, estando também sujeito a algum tipo de infecção.

A infecção pode ocorrer no período pós-operatório, quando os cuidados devem ser maiores, ou pode ocorrer uma infecção tempos depois do procedimento, trazendo vermelhidão, dor no local do implante, ou mesmo deixando o implante solto.

Implante Dentário Infeccionado O implante dentário é um procedimento que tem trazido excelentes resultados, mas não está livre desse processo infeccioso, com infecções na gengiva ao redor dos implantes (conhecida como peri-implantite). Trata-se de um processo inflamatório que afeta os tecidos ao redor do implante, podendo causar perdas ósseas, da mesma forma que a periodontite, que afeta a saúde dentária.

publicidade:

O paciente que perde um dente por periodontite pode considerar que não há o risco de perda óssea, quando coloca um implante, o que não é uma verdade, já que, embora possa mudar o nome da inflamação, as consequências são as mesmas, seja na periodontite ou na peri-implantite.

Para evitar o problema, inicialmente é necessário que a gengiva esteja saudável ao redor dos dentes e dos implantes, sendo necessário dar a manutenção necessária, cuidando para que qualquer processo inflamatório seja tratado imediatamente após o seu aparecimento.

publicidade:


Implante dentário – Causas de inflamação

Causas de Infeccão do Implante DentárioA principal causa para uma inflamação nos implantes dentários é a famosa placa bacteriana, sendo necessário manter os cuidados higiênicos em todos os dentes, sejam implantados ou naturais, evitando que, a longo prazo, haja consequências desagradáveis para o paciente.

Desta maneira, é importante fazer uma manutenção periódica dos implantes dentários, sendo esse procedimento uma parte da reabilitação bucal que, mesmo trazendo custos extras, trata-se de cuidar para que os dentes se mantenham o máximo de tempo possível cumprindo com sua tarefa.

publicidade:

Quando se trata de implante dentário, tanto os exames realizados previamente quanto a terapia de suporte fazem parte de um mesmo tratamento, não devendo, portanto, desprezar-se o aconselhamento do implantodontista com relação à correta manutenção e às visitas periódicas para verificar a situação dos implantes.

Implante Dentário – Possíveis Problemas

Sem a correta manutenção, que irá prolongar a vida útil do implante dentário, o paciente poderá passar por algumas situações como as que apresentamos a seguir:

Dores no implante

Logo após o implante dentário é natural que o paciente sinta alguma dor, devendo tomar analgésicos após a cirurgia. Caso as dores não desapareçam com o tempo, ou mesmo se aumentarem, o implante poderá estar infeccionado. Isso pode ocorrer a qualquer tempo se não houver a correta manutenção.

Inchaço e vermelhidão

Num implante dentário, como em qualquer outro procedimento odontológico, pode haver danificação de nervos, deixando a área em torno do implante dormente, o que pode suprimir a dor em caso de infecções nos estágios iniciais. Caso o paciente não sinta qualquer dor e tenha vermelhidão ou inchaço, é necessário procurar o implantodontista para verificar se não há infecção.

Implante Dentário Infeccionado

Frouxidão no implante

Uma das consequências de infecção no implante dentário é a frouxidão apresentada pelo dente substituto, e isso pode causar perda óssea. O implantodontista deve ser consultado para fazer uma verificação, evitando assim a perda de ossos e a consequente perda do implante dentário.

Mau hálito ou sabor desagradável na boca

As bactérias podem causar tanto o mau hálito quanto o sabor desagradável na boca, mesmo depois de sua higienização. Caso o paciente apresente qualquer desses sintomas, deve imediatamente procurar o implantodontista para um exame, verificando se não há infecção no implante que possa provocar o surgimento de bactérias.

O paciente precisa estar bem consciente de que um implante dentário exige os mesmos cuidados que os dentes normais. Não se trata apenas de uma prótese, que pode ser retirada e higienizada, mas de uma intervenção que mobilizou os ossos da arcada dentária e que estão inseridos em sua gengiva, tornando propício o aparecimento de bactérias e inflamações se não houver os cuidados necessários.

Deixe um comentário!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *