Meu Implante Dentário quebrou, e agora?

Meu Implante Dentário quebrou, e agora?
5 (100%) 1 vote

implante dentário quebradoCuidar dos dentes é essencial, a fim de evitar infecções, perda de dentes e deles, o mais comum, o mau hálito. A higienização é sem dúvida a primeira e essencial parte de manter seu sorriso bonito e saudável. Além disso, as visitas ao dentista devem ser feitas de maneira regular, sempre buscando manter a saúde bucal em dia, curando cáries e evitando infecções e consequências mais graves.

A perda de dente é algo que normalmente acontece por quem sofre traumas, como acidentes, dentre outros. A grande questão é de como isso irá ser reparado, e a melhor maneira é através da colocação de um implante dentário. O Implante dentário nada mais é do que a colocação de um parafuso de titânio com uma colocação posterior de prótese que irá substituir o dente que falta.

Um implante dentário pode não dar certo, mas muitas pessoas acabam passando por situações que não são tão comuns para quem usa um implante dentário, como a sua quebra. Meu implante dentário quebrou, e agora? Essa é uma pergunta pouco comum, mas que algumas pessoas que colocaram implante acabam fazendo.

publicidade:

Implante Dentário – Saiba Mais

implante quebradoA colocação de um implante dentário é um procedimento muito simples, bem mais do que muitos pensam. Em caso de um implante unitário, não deve levar mais do que 30 minutos. Em geral há apenas um desconforto leve após a colocação desse tipo de implante, podendo até ir trabalhar no dia seguinte. Já o tipo de implante de um implante no osso, impressiona os pacientes, porém é importante dizer que no osso há pouca inervação para dor, sendo apenas a gengiva que traz a sensibilidade, que é facilmente controlada por meio de medicamentos. Então, a dor não é algo que você deverá se preocupar após um implante.

Meu Implante Dentário Quebrado

Ao ter um implante dentário quebrado, o melhor a se fazer é refazer o implante, colocando um novo. Embora não seja tão comum, é realmente o mais indicado, pois qualquer tipo de tentativa de colagem desse implante, será inútil, pelo menos a longo prazo.

É muito difícil que algo assim ocorra, pois o titânio não sofre corrosão quando inserido no corpo humano e não apresenta fenômenos de rejeição imunológica, assim como outros metais da mesma família. Por isso, é o tipo de material ideal, e seu uso só traz cada vez mais sucesso da técnica, além de uma série de fatores, mas por si não garantiriam o sucesso do procedimento. O sucesso depende, sobretudo, do planejamento da técnica cirúrgica, um período de cicatrização sem a colocação das próteses, e uma prótese adequada. O ideal é procurar um profissional competente e bem treinado na técnica, para conseguir alcançar excelentes resultados.

publicidade:

Como citado anteriormente, as chances da quebra de um implante é mínima, podendo afirmar que em 95% dos casos, se os implantes não foram perdidos nos dois primeiros anos de uso, durarão por grande parte da vida do paciente.

Deixe um comentário!

publicidade:

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*