Qual o Salário de um Dentista?

Qual o Salário de um Dentista?
Rate this post

O objetivo da odontologia, nos tempos atuais, vai muito além do simples tratamento dentário, com obturações e extrações. A odontologia, com sua evolução, busca hoje tratar e prevenir todo e qualquer distúrbio pelo aparelho bucal, compreendendo a face, a boca e o pescoço. Para cada especialização existe um valor de salário de dentista, exceto para os autônomos que se tornam empresários ou proprietários do seu próprio negócio.

O dentista, depois de formado, pode trabalhar como profissional autônomo, abrindo um consultório próprio ou uma clínica dentária, ou pode trabalhar como empregado em clínicas ou consultórios de terceiros, em empresas, em cooperativas médico-odontológicas, etc.

Salário Dentista

De acordo com sua escolha, encontrará mais ou menos meios de conseguir seus rendimentos, o que nos leva a valores muitas vezes bastante diferenciados entre os profissionais odontologistas.

O mercado odontológico, atualmente, possui 270 mil cirurgiões dentistas inscritos nos Conselhos Regionais de Odontologia e recebe, a cada ano, 15 mil novos profissionais, o que torna o Brasil um dos países que mais possui dentistas no mundo. Mesmo assim, a profissão é, também, uma das que melhor remuneração possui.

O mercado, mesmo com esses números, ainda possui terreno para receber muito mais profissionais, sendo bastante favorável para a profissão. A profissão de cirurgião-dentista é considerada uma das melhores em nosso país, quando se consideram os critérios de jornada de trabalho, remuneração salarial, taxa de ocupação e cobertura de previdência.

Dentro desses critérios, a odontologia é a segunda melhor profissão, ficando atrás apenas da medicina, mantendo uma média salarial de 5,5 mil reais para jornadas de trabalho que não superam as 40 horas semanais, havendo menos de 5% dos dentistas inscritos sem ocupação (emprego ou consultório).

publicidade:

Especialidades odontológicas para melhor remuneração e salário

É evidente que não basta ao dentista formado manter apenas sua atividade sem qualquer especialização. Assim, as áreas que mais trazem benefícios para quem busca se especializar na profissão, estão as seguintes:

  • Saúde pública: dentistas contratados por órgãos públicos têm visto o número de vagas crescer nos últimos anos, havendo por parte da saúde pública especial interesse no atendimento da população;
  • Estética: as especialidades que mais possuem oportunidades para os profissionais dentistas são a implantodontia, a ortodontia, a dentística restauradora e a prótese dentária;
  • Odontologia legal: o profissional que trabalha em perícias cíveis e criminais tem o título de odontolegista, ajudando a desvendar crimes e identificar corpos. É um mercado que tende ao crescimento, buscando principalmente os profissionais através de concursos públicos.

Salários e pisos do dentista no Brasil

A legislação estabelece para dentistas contratados em empresas ou estabelecimentos privados, o valor de três salários mínimos para 20 horas semanais, acrescido de 10 a 40% de adicional de insalubridade, algumas vezes oferecendo gratificações e outros benefícios.

Salário de Dentista

Os dentistas que trabalham em consultório próprio são profissionais liberais, não recebendo um salário fixo, mas utilizando tabelas de referência do Conselho Regional de Odontologia para cobrança dos tratamentos feitos em pacientes.

Desta forma, a remuneração do cirurgião-dentista pode variar bastante, e principalmente quando se leva em conta a região do país em que está trabalhando. Segundo o Conselho Federal de Odontologia, as maiores remunerações pagas a dentistas atualmente são praticadas no Distrito Federal, no Mato Grosso do Sul, no Rio Grande do Sul, no Acre e em São Paulo, pela ordem.

Dependendo de sua situação, e não tendo um consultório próprio, geralmente um dentista utiliza o mesmo artifício dos professores para aumentar seus rendimentos: trabalhar em mais de uma clínica, atendendo diversos setores durante sua jornada de trabalho.

É interessante notar a discrepância existente entre o número de dentistas no Brasil e a situação caótica de grande parte da população brasileira com relação aos cuidados dentários. E mais interessante ainda notar que, nas últimas décadas, o setor médico que menos deu atenção às necessidades da população foi exatamente a odontologia, deixando que o Brasil chegasse ao ponto de ser chamado “país dos desdentados”.

Deixe um comentário!

publicidade:

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*